relacionamentos-virtuais (2)
Namoro virtual

É comum encontrarmos na internet sites de relacionamentos virtuais que promovem encontros entre homens e mulheres solteiros, em busca de um par perfeito.

A crença de que através da internet é possível encontrar quem procuramos, vem trazendo milhares de pessoas para salas de bate-papo, sites de encontros, etc.

Com o intuito de conhecer novas pessoas e achar o nosso par perfeito, buscamos nesses locais uma forma de que isso aconteça.

Ao entrarmos em um chat, ou efetuar um cadastro em sites que promovem encontros, vamos em busca da “idealização” de “um parceiro(a) ideal”.

Esperamos da paquera virtual, tudo aquilo que não conseguimos obter com relacionamentos antigos.

Decepções amorosas:

decepção-no-amor
Decepção no namoro

Muitas vezes, colocamos à mostra nossas frustrações com relacionamentos anteriores e quando percebemos algum sinal de insegurança, nos afastamos com medo de quebrar a cara ou de começarmos a gostar demais e não sermos correspondidos.

O que não nos damos conta é que, muitas vezes, queremos apenas uma desculpa para que esse afastamento ocorra de verdade.

O que acontece é que enquanto as pessoas não se conhecerem primeiro, sempre entrarão em relacionamentos que não durarão por muito tempo.

É necessário estar em paz consigo mesmo, isso faz com que as brigas desnecessárias sejam evitadas e com que o relacionamento possa durar muito tempo.

Só que na paquera virtual, tudo se passa em um ambiente virtual, não estamos lidando pessoalmente com a outra pessoa, não estamos olhando nos olhos e buscando sinais de sinceridade ou falsidade no outro.

Relacionamentos Virtuais

relacionamentos-online
relacionamento online

Em um relacionamento virtual, uma pessoa fica presa ao que a outra lhe conta apenas. Ou você acredita, ou não acredita!

E digamos que a paquera virtual foi boa e o casal decide que é hora deles se encontrarem pessoalmente, a partir daí é que ambos estão – ao meu ver – realmente começando a paquera de verdade.

É nesse momento – o do encontro olho a olho – que ambos podem perceber se a química que rolava virtualmente, rola também pessoalmente.

Nessa hora ambos ficam acanhados e sem saber direito o que fazer, sem saber como lidar tranquilamente com a situação. E a dica que deixo para vocês é que deixem as coisas acontecerem naturalmente.

Se a química entre os dois for boa, as coisas irão fluir normalmente e vocês irão se conhecer cada vez mais – só que agora pessoalmente – e terão mais intimidades com o tempo.

Paquerar é sempre bom, independente de ser pessoal ou virtualmente, o que devemos ter cuidado é em procurar conhecer um pouco mais a pessoa com a qual estamos paquerando, a fim de evitar ter surpresas desagradáveis no futuro.

Por mais que pensemos que conhecemos o suficiente a outra pessoa, sempre nos surpreendemos com as atitudes do outro.

Deixe um comentário